Decisão judicial ordena também o bloqueio de R$ 30 milhões da mineradora Fleurs Global

Justiça suspende mineração na Serra do Curral

A ação predatória de mineradoras tem destruido a Serra do Curral, o cartão postal de BH . Foto: Bernardo Dias/Câmara Municipal

A Justiça mineira determinou nesta quarta-feira (20), a suspensão imediata de todas as operações de extração de minério de ferro, que a mineradora Fleurs Global realiza nas imediações da Serra do Curral, em Belo Horizonte.

Ela decidiu também bloquear R$ 30 milhões das contas bancárias da empresa, a título de indenização por danos ambientais e danos morais coletivos, e interromper o processo de licenciamento ambiental da mineradora, em curso na Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais.

A decisão é da primeira instância e acata parcialmente a Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). A Fleurs Global poderá recorrer.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do Blog